ESTADO DA ARTE DAS PRODUÇÕES ACADÊMICAS SOBRE OS INSTITUTOS FEDERAIS NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

  • Eliane Cristina Gualberto Melo Mineiro IFNMG
  • Roberta Cardoso Silva
  • Antônia Angélica Mendes do Nascimento
Palavras-chave: Educação Profissional e Tecnológica. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Políticas Públicas para a Educação Profissional.

Resumo

O objetivo deste artigo é sistematizar, por meio do estado da arte, as produções acadêmicas que versam sobre os Institutos Federais no contexto da Educação Profissional e Tecnológica. Realizou-se uma pesquisa bibliográfica por meio da análise do contingente de produções selecionadas nos anais das reuniões científicas da Anped, nos periódicos no portal da Capes, bem como no Banco de dissertações e teses da Capes, com o recorte temporal no período de 2008 a 2017. Diante dos resultados encontrados há poucas produções publicadas nos periódicos sobre os Institutos Federais em sua essência. As informações produzidas neste estado da arte são relevantes para se diagnosticar o que se tem pesquisado sobre essas instituições, bem como proporcionar aos pesquisadores e gestores um maior conhecimento de sua abrangência. Além disso, evidenciam que se refere a uma temática recente em virtude de sua institucionalização, o que abre novas possibilidades de pesquisa, considerando as lacunas detectadas.

Referências

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Disponível em: Acesso em: 21 de julho de 2018.

_____. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm Acesso em: 20 de julho de 2018.

_____. Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Disponível em www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11892.htm. Acesso em: 22 de julho de 2018.

_____. Ministério da Educação. Expansão da Rede Federal de Educação Profissional, Ciência e Tecnológica. 2015. Disponível em: http://redefederal.mec.gov.br/expansao-da-rede-federal. Acesso em: 20 de julho de 2018.

CABRAL NETO, Antonio. Gerencialismo e gestão educacional: cenários, princípios e estratégias. In: FRANÇA, M.; BEZERRA, M. C. (Orgs.). Política educacional: gestão e qualidade do ensino, Brasília: Liber Livros, 2009.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Revista Educação & Sociedade, Campinas, n. 79, p. 257-272, Ago, 2002.

LIMA, F.B.G.de; SILVA, K.A.C.P.C.da. A consolidação dos institutos federais de educação, ciência e tecnologia: um estudo da concepção política. In: REUNIÃO NACIONAL DA ANPED, 36ª, 2013, Goiânia-GO.

MELLO, Cleverson Molinari . A educação profissional e tecnológica no contexto da expansão dos Institutos de Educação, Ciência e Tecnologia (lei 11.892/08)
232 f. Tese (Doutorado). Universidade Tuiuti do Paraná. Curitiba, 2017.

MORITZ, Jaqueline. A concepção de educação profissional e tecnológica dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFETs) nos governos Lula e Dilma”. 95 f. Dissertação (Mestrado). Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus de Cascavel, 2017.

OTRANTO, C. R. A política de educação profissional do governo lula: novos caminhos da educação superior. In: REUNIÃO NACIONAL DA ANPED, 34ª, 2011, Natal- RN.

OTRANTO, Celia Regina. Criação e implantação dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia – IFETs. Revista RETTA (PPGEA/UFRRJ), Rio de Janeiro, Ano I, nº1, p. 89-110, jan-jun 2010.

PACHECO, Eliezer. Os Institutos Federais uma revolução na educação profissional e tecnológica. São Paulo, Moderna, 2011.

ROMANOWSKI, J.; ENS, R. As pesquisas denominadas do tipo “Estado da Arte” em Educação. Diálogo Educacional, Curitiba, v.6, n. 19, p. 37-50, set./dez. 2006.
Publicado
2019-12-14
Seção
Artigos